→   Projectos  —   Rasgar Silêncios  —

O projecto teve início em Março de 2019. Com este projecto pretende-se empoderar mulheres sobreviventes de crimes de violência doméstica e de género, através da realização de oficinas de escrita autobiográfica. Estas oficinas darão o mote para as outras atividades do projeto, onde se inclui a realização de um espetáculo de teatro-multimédia cujo guião dramatúrgico partirá das auto-narrativas das sobreviventes. Também a formação de profissionais de primeira linha de intervenção junto das sobreviventes de violência doméstica e de género incluirá, além dos conteúdos formativos sobre a temática da violência doméstica, “as cartas que nunca escrevi” escritas nas oficinas e que pretendem promover a empatia dos profissionais com a perspectiva das vítimas. No final do projeto será desenvolvido um kit de ferramentas Rasgar Silêncios para facilitar a aplicação da metodologia de escrita autobiográfica por técnicos/as de apoio a vítimas. O projeto é  financiado pelo Programa Cidadãos Ativ@s / Active Citizens Fund, gerido em Portugal pela Fundação Calouste Gulbenkian em parceria com a Fundação Bissaya Barreto. O projeto é gerido pela Coolabora e tem como parceiros o Município da Covilhã, a Quarta Parede e a Universidade da Beira Interior- FCSH. Terminará em Dezembro de 2021.


Caminho:   Página inicial  →  Projectos  →  Rasgar Silêncios