Projecto "Violência Zero em Acção"


Este projecto teve início em 2016 e é financiado pelo POISE, na linha de financiamento de apoio às ONG’s e pretende desenvolver na região da Cova da Beira, uma abordagem integrada, territorializada e multidisciplinar de prevenção e combate à violência doméstica e de género. Para isso, prevê dar continuidade ao apoio a vítimas de violência doméstica e de género; reforçar a intervenção em rede e em parceria; promover workshops formativos para públicos estratégicos e acções de sensibilização da comunidade e da população escolar. Terminará em Outubro de 2018.




 



Projecto "Quero Ser Mais E7G"





O Projecto Quero Ser Mais E7G vem dar continuidade à intervenção para promoção da inclusão de crianças e jovens em risco e suas famílias no Tortosendo e é financiado pela 7ª Geração do Programa Escolhas. Tem como objectivo contribuir para a inclusão social das crianças e jovens do Tortosendo através da sua capacitação para que se tornem agentes de mudança dos seus próprios percursos de vida mas também do processo de melhoria do seu território. O projecto é promovido pelo Agrupamento de Escolas Frei Heitor Pinto e gerido pela CooLabora. Tem também como parceiros a Junta de Freguesia do Tortosendo, o Município da Covilhã, a CPCJ da Covilhã, o Modatex, a AEBB, o Centro de Saúde do Tortosendo, o Centro de Convívio e Apoio à Terceira Idade e a Universidade da Beira Interior.


Projecto Gender Education Advancing Competences in Context of Changing Europe


Através do Programa ERASMUS+ KA2 a CooLabora e duas organizações da UE estão a trabalhar na concepção de 3 produtos na área da formação em igualdade de género. Os 3 cursos que se pretendem criar são organizados em B Learning e prevê-se 3 níveis: 1. Curso on-line - nível básico – pretende-se criar competências básicas nos/nas participantes que usarão o conhecimento adquirido sobre igualdade de género para o seu desenvolvimento pessoal e profissional; 2. Curso de formação on-line - nível avançado – pretende-se um maior nível de competências, que leve os/as participantes a aplicar o conhecimento adquirido na formação com o objectivo de estabelecer medidas de igualdade de género nas suas empresas ou organizações; 3. Curso on-line - nível especialista – pretende-se com esta formação que os/as participantes atinjam um elevado domínio das questões de género, de modo a terem competências de monitorização ou auditoria de planos de igualdade de género e não discriminação nas suas organizações.
Estes produtos têm como destinatários:
- empresas privadas (gestão, RH, líderes, outros/as trabalhadores/as) - sector do estado (funcionários/as públicos/as, representantes de governos locais, autoridadesetc.) - organizações sem fins lucrativos e outras que trabalham com grupos específicos que precisam dessa informação (especialmente migrantes, estrangeiros/as etc.)
O projecto tem a duração de 2 anos, com início em Novembro de 2017 e a CooLabora assume o papel de parceira especialista em igualdade de género. As outras duas entidades parceiras, são a Together da Bulgária e a KPMS da República Checa, coordenadora do projecto.




Projecto Chance To Change 

 

Este projecto é financiado pelo Programa Erasmus + Juventude em Acção através da Acção-chave 2: Parceria estratégica no campo da educação, formação e juventude.


Entidade promotora: CooLabora (Portugal)

Parceria: Arci Strauss (Itália), PEL (Macedónia) Roter Baum Berlin (Alemanha), UBI (Portugal)

 

Duração do projecto: 

Setembro de 2017 a Março de 2019


Objectivo geral:

Prevenir e combater a violência infantil e juvenil nas escolas através de uma intervenção baseada em actividades voluntárias de jovens estudantes universitários/as que dinamizem jogos junto de  alunos/as entre 10 e 18 anos e que, por sua vez, graças a este voluntariado, adquirem competências sociais e profissionais e desenvolvem sua cidadania activa.

 

Objectivos específicos:

1. Criar uma parceria estratégica composta por organizações da UE que analisem o fenómeno da violência infantil e juvenil nos seus países e que defina uma estratégia adequada para o prevenir e combater.

2. Criar e testar uma metodologia inovadora para combater e prevenir a violência infantil e juvenil nas escolas com base na educação não formal e no trabalho voluntário de estudantes universitários/as.

 

Actividades

1. Desenho de um manual metodológico (Toolbox) que inclui também recursos pedagógicos (jogos e dinâmicas de grupo) a usar nas escolas e outros contextos de intervenção com jovens e que apoiem a intervenção dos/as voluntários/as.

2. Concepção de um Quiz on line sobre violência juvenil destinada a jovens e a educadores/as

3. Realização de 4 workshops (um em cada país) com temas específicos que contribuirão para a concepção dos recursos pedagógicos e de um seminário internacional de apresentação dos resultados.


Resultados

A parceria do projecto trabalhou durante quase dois anos na criação de dois recursos que passam a estar disponíveis ao público.

 

- Página de internet destinada a pessoas e organizações interessadas nestas temáticas e no voluntariado jovem. Esta página contém a metodologia para criar e animar uma rede de voluntariado jovem e um conjunto de jogos pedagógicos que podem ser usados em contexto de sala de aula ou de recreio e que podem ser pesquisados seguindo diferentes critérios: idades dos/as participantes, temáticas, dimensão do grupo, etc.

Endereço da página de internet: http://c2ctoolbox.eu/

 

- Ferramenta de autoavaliação para jovens que querem fazer voluntariado nestas temáticas e que pode ser usada nos telemóveis.

Ver mais em: http://c2ctoolbox.eu/volunteer-self-assessment-app/ 


 

 


Projecto Reflexo – Imagens positivas

 

O projecto pretende contribuir para uma imagem mais clara da forma como as crianças e os jovens de etnia cigana vêem a escola e de como a comunidade educativa poderá integrar as especificidades da cultura cigana.

O projecto centra-se na concepção de um recurso pedagógico a ser usado nas escolas e que tem como objectivo apoiar os/as docentes e a comunidade escolar em geral a encontrar formas adequadas de garantir a continuidade na escola das crianças e jovens de etnia cigana. O Agrupamento de Escolas Frei Heitor Pinto tem vindo a desenvolver todos os esforços para que as crianças de etnia cigana se mantenham na escola, mas, na verdade, a proporção desmesurada entre os esforços e os resultados tem levado ao desânimo, mesmo dos membros mais persistentes deste corpo docente.

Este recurso será concebido de forma participada pelas crianças e jovens ciganos/as e da sociedade maioritária, pelos pais e mães dos/as primeiros/as, pelos/as docentes do ensino básico e secundário com experiência em trabalhar com este tipo de público e, claro, com uma equipa técnica qualificada em áreas como a psicologia, as ciências da educação, a antropologia e a comunicação. 

 

Parceria

O projecto pretende ser uma iniciativa assente numa parceria muito forte e complementar entre a CooLabora – uma ONG com experiência de trabalho de intervenção junto da comunidade cigana do Tortosendo –, o Agrupamento de Escolas Frei Heitor Pinto – que tem um elevado número de alunos de etnia cigana e um corpo docente consciente da sua necessidade de encontrar estratégias para cativá-los –, o Departamento de Psicologia e Educação da Universidade da Beira Interior – com uma equipa sensibilizada para a temática da integração da comunidade cigana –, a Câmara Municipal da Covilhã e a Junta de Freguesia do Tortosendo – entidades cada vez mais cientes da necessidade emergente do encontro de soluções inovadoras e ajustadas à integração das crianças e jovens de etnia cigana na escola e, consequentemente, na sociedade.

A parceria conta, também, com três representantes da comunidade cigana, que têm a importante função de mediar a relação que a equipa de trabalho do projecto irá estabelecer com esta comunidade. Esta equipa conta, ainda, com duas voluntárias: uma docente da UBI, especialista em comunicação, e uma docente do ensino básico e secundário, que desenvolve na sua actividade de docente inúmeras iniciativas de promoção da cidadania.

 

Acções e objectivos

As actividades do projecto, que decorrem ente Fevereiro de 2018 e Julho de 2019, giram à volta da criação deste recurso que será constituído por duas partes. Uma delas será uma bateria de actividades lúdico-pedagógicas, a ser usada em sala de aula por crianças ciganas e não ciganas, cujo objectivo é dar a conhecer a cultura e a história ciganas tornando-as em algo familiar e, como tal, aceites. Estas actividades também têm o papel de fazer com que as crianças ciganas que nelas participam vejam traços culturais do seu povo valorizados e, por isso, encarem a escola como um lugar onde estas matérias têm lugar e elas próprias também.

A segunda parte do recurso dedica-se à reflexão sobre iniciativas que envolvam o corpo docente e não docente, numa estratégia que parta do estabelecimento de ensino para a inclusão das crianças e jovens de etnia cigana na escola.

A sua disseminação será feita on line e também através de uma edição em papel.

 

Financiamento: Fundo de Apoio à Estratégia Nacional para a Integração das Comunidades Ciganas, que é gerido pelo Alto Comissariado para as Migrações IP.


 


Projecto – Presente para o Futuro

Objectivos

O projecto Presente para o Futuro tem como objectivo geral reduzir o insucesso e o abandono escolar das crianças da etnia cigana através de um plano integrado e inovador de intervenção simultânea junto da comunidade cigana e da comunidade educativa.

Para isso concebe um conjunto de actividades de enriquecimento curricular complementares às já desenvolvidas pelas escolas cujo processo de concepção e testagem ocorre em conjunto com docentes e alunos/as do Agrupamento de Escolas Frei Heitor Pinto. Deste trabalho levado a cabo no terreno resultará um estudo diagnóstico da situação das crianças ciganas e da escola.

 

Território de intervenção

Tortosendo, nomeadamente o Bairro Social do Cabeço e Bairro Social do Largo da Feira com disseminação ao nível concelhio e incidência especial nos estabelecimentos escolares da freguesia.

 

Parceria

Câmara Municipal da Covilhã – Entidade promotora

CooLabora – Entidade executora

Comissão de Protecção de Crianças e Jovens da Covilhã

Departamento de Psicologia e Educação da UBI

Agrupamento de Escolas Frei Heitor Pinto

 

Duração

Fevereiro a Dezembro 2019

 

Financiamento

Plano Integrado e Inovador de Combate do Insucesso Escolar (Programa Operacional Regional do Centro)


Caminho:   Página inicial  →  Projectos

 

RSS   Facebook

 

 

CooLabora, CRL — Intervenção Social
Rua Combatentes da Grande Guerra, 62
6200-020 Covilhã PT
Tel./Fax: +351 275335427
Tlm.: +351 967455775
GPS: 40.282151, -7.504082

© 2011—2019 · CooLabora, CRL · Todos os direitos reservados.