Desenvolvemos iniciativas promotoras do empreendedorismo:

  • formação para criação de micro-empresas;
  • dinamização de redes de empreendedores;
  • projectos de promoção do empreendedorismo jovem;
  • dinamização de GEPE – Grupos de Entreajuda na Procura de Emprego.

 

Promovemos o consumo responsável e solidário:

  • plataformas colaborativas de consumo;
  • feiras de trocas com moeda social.

 

 

Troca a Tod@s

É uma iniciativa que nasceu como espaço de reflexão sobre como valorizar a vida das pessoas e os seus saberes.


Surgiu em 2014 ainda de nome indefinido e com o decorrer dos encontros mensais, em que mais pessoas e instituições se envolviam, ganhou identidade: Troca a Tod@s.


Neste percurso a reflexão sobre a forma de valorizar as pessoas e os seus saberes foi feita tendo por base a temática da economia solidária, potenciando soluções que permitissem criar formas alternativas de consumo que valorizem as pessoas. Tem sido muito debatido o diferente impacto de produzir e consumir num circuito local ou de comprar em grandes superfícies ou lojas sem produtos locais ou regionais. Abordagens que ajudaram adefinir os objectivos, as diversas formas de os alcançar e que percurso fazer, quem e como envolver, como nos organizarmos.


Perante a variedade de possibilidades chegámos ao consenso de que queríamos iniciar por fazer uma feira de trocas, onde fosse possível objectivar e corporizar os interesses de tod@s.


Aconteceu assim a primeira feira de trocas da Covilhã no dia 21 de Junho de 2014, tendo como finalidade promover a entreajuda, desincentivar o consumismo e estimular a economia local e solidária, valorizando as pessoas e os seus saberes.


A Feira de Trocas é um espaço de encontro de prossumidores/as (conceito que reúne consumidores/as e produtores/as), que aceitam trocar entre si produtos ou saberes - de um pão caseiro a uma consulta jurídica, por exemplo - de forma directa ou com a mediação de uma moeda social denominada TEAR.


Sobretudo num momento de recessão económica, o mercado de trocas cria uma oportunidade de reflectirmos sobre os nossos hábitos de consumo e o seu impacto na economia local. As Trocas são um instrumento de valorização do trabalho, do saber, da cooperação e da criatividade local, onde se estimula a solidariedade, em detrimento da busca linear do lucro e onde a criação de riqueza beneficia directamente o território e os seus habitantes. As trocas têm também um papel muito forte na criação de redes de sociabilidade e cooperação e são um modo divertido de fazer compras. Não são um regresso ao passado da troca directa mas sim uma forma de reforçar a capacidade de auto-abastecimento da comunidade, de fixar localmente riqueza e de adaptar a economia local a um modelo de vida mais sustentável, através da aproximação entre produção e consumo.

 

Junte-se ao Troca a Tod@s: coolabora@gmail.com ou aderindo ao grupo de facebook Troca a Tod@s.


 

GEPE – Grupos de Entreajuda na Procura de Emprego

Os Grupos de Entreajuda na Procura de Emprego – GEPE são grupos informais de pessoas desempregadas, que se reúnem periodicamente e cujo objectivo é a procura activa de emprego, na qual todos os membros do grupo colaboram e se entreajudam.

A rede GEPE é um projecto promovido pelo IPAV que pretende apoiar pessoas desempregadas, em particular as que sofrem um maior impacto psicológico do desemprego, quer pela sua duração, pela situação inesperada ou pela vulnerabilidade em que se encontram.

Com o apoio de um/a animador/a, o grupo foca-se na procura activa de emprego para os seus membros, tendo cada um deles a função de apoiar os restantes nessa missão. Com uma atitude positiva e um enfoque proactivo sobre o mercado de trabalho é uma experiência de solidariedade e de dádiva entre as próprias pessoas em situação de desemprego.

No concelho da Covilhã a CooLabora dinamiza dois destes grupos.

 

Inscrições:

 http://www.gepe.pt/

 


Desenvolvemos uma intervenção integrada para a prevenção e combate à violência doméstica:

  • Funcionamento do Gabinete de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica
  • Dinamização de Grupos de Ajúda Mútua
  • Acompanhamento de agressores
  • Realização de actividades pedagógicas sobre o tema em contexto escolar
  • Organização de iniciativas de sensibilização


Promovemos a igualdade de género através de:

  • Acções de formação
  • Sessões de sensibilização, debates e campanhas
  • Concepção e desenvolvimento de Planos para a Igualdade
  • Produção de materiais pedagógicos
     

Gabinete de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica

Prestamos os seguintes serviços:

  • Apoio psicológico
  • Encaminhamento Social
  • Informação Jurídica

 

Os serviços do Gabinete de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica da CooLabora são gratuitos e confidenciais.


Horário de funcionamento:

Covilhã

 

Segunda a Sexta-Feira das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00*

 

Rua dos Combatentes da Grande Guerra, 62, R/CH (junto ao Jardim Público da Covilhã)

 

6200-020 Covilhã

 


 

Belmonte

 

Edifício da Santa Casa da Misericórdia

 

Terças-feiras das 14h30 às 17h30

 

* Pode solicitar atendimento em horário pós-laboral

 


Contactos:

Telefone: 275335427

 

Telemóvel: 963603300 (24 horas)

 

E-mail: apoiovitimacoolabora@gmail.com

 


Download do folheto informativo: Folheto GAVVD em PDF



Estratégia de Combate à Violência Doméstica e de Género

Mais recentemente, a intervenção no âmbito da prevenção e combate à violência doméstica e de género na região foi alargada e reforçada com a assinatura de um protocolo, a 24 de Junho de 2016, promovido pela Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade, para a implementação da Estratégia de Combate à Violência Doméstica e de Género, que abrange os municípios de Belmonte, Covilhã e Fundão. O objectivo desta Estratégia é alcançar uma cobertura nacional progressiva dos serviços de apoio e protecção às vítimas de violência doméstica e de género.

 

O protocolo foi assinado em Belmonte e prevê a criação de um novo Gabinete de Apoio a Vítimas naquele concelho, pressupondo uma resposta que envolve de forma articulada 20 instituições, entre elas as autarquias, a CooLabora, a Universidade da Beira Interior, Ministério Público, forças policiais (PSP e GNR), serviços de saúde, medicina legal, entidades com competência em matéria de emprego e protecção social, escolas, entre outras.


Parceria da Iniciativa Violência Zero

A Estratégia de Combate à Violência Doméstica e de Género nos concelhos da Covilhã, Belmonte e Fundão pressupõe uma resposta que envolve de forma articulada 20 instituições, designadamente:

  • Administração Regional de Saúde do Centro (Centro Hospitalar Cova da Beira, E.P.E.; ACES Cova da Beira; Centro de Respostas Integradas de Castelo Branco)
  • Centro Distrital de Segurança Social de Castelo Branco
  • Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública de Castelo Branco
  • Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana de Castelo Branco
  • Comissão de Protecção de Crianças e Jovens da Covilhã
  • Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Belmonte
  • Comissão de Protecção de Crianças e Jovens do Fundão
  • Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género
  • CooLabora
  • Delegação Regional do Centro do Instituto de Emprego e Formação Profissional
  • Direcção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais
  • Direcção-Geral dos Estabelecimentos Escolares – Direcção de Serviços da Região Centro
  • Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, I.P.
  • Município da Covilhã
  • Município de Belmonte
  • Município do Fundão
  • Pinus Verde
  • Procuradoria da República da Comarca de Castelo Branco
  • Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade
  • Universidade da Beira Interior

     
Rede Violência Zero com o Manifesto da Marcha pelo Fim da Violência contra as Mulheres (Covilhã, 25 de Novembro de 2015)

 

Manifesto: Violência contra as Mulheres

Consulte e subscreva no link abaixo o Manifesto: Violência Contra as Mulheres.


 Promovemos o voluntariado através da dinamização de iniciativas locais e da partilha de conhecimento nesta área.
  • Concepção de programas de voluntariado
  • Dinamização de grupos de voluntários
  • Promoção de formação
  • Animação com voluntariado de seminários, workshops e outros eventos sobre igualdade de género e não-violência

 

 

UBICOOL - Voluntariado Universitário


Esta iniciativa decorre no âmbito do Ano Europeu do Voluntariado e da Cidadania Activa e vem desafiar os jovens universitários a realizar actividades de promoção de uma cultura de paz e de não-violência em contextos escolares. A intervenção centra-se na dinamização de jogos pedagógicos nos recreios das escolas, tendo em vista prevenir problemas como o bullying ou a violência no namoro, e reforçar a capacidade dos alunos e alunas de resolução não-violenta de conflitos.

Download da ficha de Inscrição (WORD)


Vídeo UBICOOL


Programa de Mentores para Migrantes

O Programa de Mentores para Migrantes é uma iniciativa promovida pelo Alto Comissariado para as Migrações e desenvolvida, por todo o país, por um conjunto de parceiros locais a que a CooLabora e a Câmara Municipal da Covilhã aderiram.

Tem como objectivo, através do voluntariado, promover experiências de troca, entreajuda e apoio entre voluntários/as (cidadãos/ãs portugueses/as) e migrantes (emigrantes e imigrantes) e/ou refugiados.

 

Inscrições:

https://mentores.acm.gov.pt/home



Implementamos projectos de intervenção social de forma a contribuir para uma sociedade mais solidária e coesa.


Promovemos a inclusão social de crianças e jovens oriundos de contextos sócio-económicos vulneráveis através de:

  • Promoção do empreendedorismo juvenil
  • Educação não-formal
  • Dinamização de um Centro de Inclusão Digital
  • Organização de workshops de formação parental
  • Dinamização de parcerias locais
  • Orientação vocacional de jovens

Caminho:   Página inicial  →  Áreas de intervenção

 

RSS   Facebook

 

 

CooLabora, CRL — Intervenção Social
Rua Combatentes da Grande Guerra, 62
6200-020 Covilhã PT
Tel./Fax: +351 275335427
Tlm.: +351 967455775
GPS: 40.282151, -7.504082

© 2011—2017 · CooLabora, CRL · Todos os direitos reservados.