MANIFesta em Acção: Construir Comunidades Justas e Sustentáveis

De Quinta, Maio 14, 2020 até Sexta, Junho 12, 2020 · Coolabora em parceria com outras entidades

As entidades promotoras da MANIFesta – Assembleia, Feira e Festa do Desenvolvimento Local, o encontro bienal de organizações da sociedade civil, (agendado inicialmente para Outubro de 2020), decidiram iniciar o processo de co-construção do encontro com a realização de vários debates regionais e nacionais em torno do lema “Construir Comunidades Justas e Sustentáveis” que culminarão num encontro nacional que decorrerá na Covilhã, previsivelmente na Primavera de 2021, atendendo às restrições decorrentes da pandemia da Covid-19.

Face à actual pandemia, os debates temáticos vão decorrer em formato de webinar e visam simultaneamente aprofundar a reflexão da sociedade civil e construir, de forma participada, contributos para políticas públicas locais, regionais e nacionais  que, através de medidas concretas, promovam uma efectiva mudança societal em torno dos quatro eixos da MANIFesta: território, igualdade,  ecologia e democracia.

A MANIFesta pretende:

- identificar e defender políticas que sejam ancoradas no local impulsionando agendas transformadoras de desenvolvimento territorial e novas propostas de políticas públicas, nomeadamente para atenuar assimetrias e contrastes que marcam o nosso país entre as zonas metropolitanas com elevadíssima densidade e zonas rurais despovoadas;

- contribuir para políticas e práticas sociais mais igualitárias, assentes em relações paritárias entre homens e mulheres, em onde o cuidado, a sustentabilidade da vida e o combate à pobreza, à violência e às exclusões sociais estejam no centro das preocupações;

- questionar o modelo económico vigente, o crescimento económico contínuo e o consumo insustentável de recursos que estão na origem da crise ambiental em que vivemos, agora atenuada pela pandemia;

- desafiar a sociedade portuguesa  para  a necessidade de encontrarmos novas possibilidades  para fazer  face à actual crise económica e social, também decorrente da pandemia, que garantam um desenvolvimento mais digno para todas e todos;

- e por fim, mas de importância crucial face à situação que vivemos, aprofundar o debate sobre a qualidade da democracia porque a participação e o escrutínio político são um dos princípios basilares da cidadania, fundamentais numa política cujas prioridades assentem na defesa do bem-comum.

Depois desta pandemia nada pode ficar igual; não podemos voltar ao “business as usual” como o conhecemos até agora. A pandemia não pode ser apenas uma interrupção; tornou, antes, evidente a urgência da mudança. Este é o tempo para reflectir e para ter a ousadia de construir um Mundo que cuida de todas as pessoas, de todos os seres vivos e do meio ambiente.


A presente edição desta iniciativa, apoiada no quadro do projecto Capacitar para Agir em Rede II, financiado pelo Programa Operacional de Inclusão Social e Emprego, promovida pela ANIMAR ancorada em mais de uma centena de organizações dispersas pelo território nacional, congrega uma comissão organizadora que envolve onze entidades e uma Plataforma da sociedade civil de âmbitos diversos: APCEP - Associação Portuguesa para a Cultura e a Educação Permanente; APPDI - Associação Portuguesa para a Diversidade e Inclusão, Associação Zero; EAPN – Rede Europeia Antipobreza; Minha Terra - Federação Portuguesa de Associações de Desenvolvimento Local; Rede para o Decrescimento, PpDM – Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres e Fórum Cidadania & Território. Na Comissão Organizadora estão também a CooLabora, Ecogerminar e ADM Estrela, entidades que em consórcio decidiram acolher o encontro final na Beira Interior, que esperamos se possa vir a concretizar presencialmente e em grande celebração na Primavera no início de 2021.

 

RSS   Facebook

 

 

CooLabora, CRL — Intervenção Social
Rua Combatentes da Grande Guerra, 62
6200-020 Covilhã PT
Tel./Fax: +351 275335427
Tlm.: +351 967455775
GPS: 40.282151, -7.504082

© 2011—2020 · CooLabora, CRL · Todos os direitos reservados.